Apagão no Amapá chega a 4 dias com filas em postos e mercados

 

Cerca de 90% da população amapaense está cerca de 60 horas sem fornecimento elétrico

Amapá segue sem energia elétrica Foto: Reprodução/TV Globo

Uma situação de calamidade, esse é o retrato vivido pela população de 13 dos 16 municípios do Amapá, que entram nesta sexta-feira (4) no quarto dia de apagão no estado. Cerca de 90% da população amapaense já está há 60 horas sem energia elétrica. Apesar do reparo na subestação atingida por um incêndio na terça-feira (3) já ter iniciado, ainda não houve restabelecimento.

Ainda nas primeiras horas da manhã desta sexta, os postos de combustíveis que usam geradores para obter energia estão com filas enormes. Na quinta-feira (5), os locais foram autorizados a permanecer abertos por 24 horas. Não há informações sobre desabastecimento.

O gabinete de crise do governo federal lançou três planos para a recuperar o fornecimento de energia ainda na quinta, mesmo dia em que a Prefeitura de Macapá decretou estado de calamidade pública na cidade. Donos de padarias e supermercados já preveem o prejuízo com alimentos estragados devido a não refrigeração.

Um outro reflexo da falta de energia é que os macapaenses vêm ocupando shoppings e aeroporto em busca de energia. Em alguns bairros da capital – no Centro e Zona Sul – e no município de Santana, na Região Metropolitana, têm energia, devido a serem abastecimentos pelos mesmos circuitos que serviços essenciais como hospitais e o sistema de tratamento de água e esgoto.

O apagão foi resultado de um incêndio em uma subestação de energia na capital, na noite de terça. A falha também afeta o funcionamento das redes de telefonia fixo, móvel e de internet, que funcionam de maneira limitada.

Fonte: Pleno News