Cathie Wood aposta alto e acredita que o preço do Bitcoin (BTC) chegará a US$ 1,5 milhão até 2030

Alsorsa.News
Cathie Wood faz previsão extremamente positiva para Bitcoin (Imagem: REUTERS/David Swanson)

Na quarta-feira (10), a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, em inglês) aprovou 11 ETFs (fundos de índices) à vista de Bitcoin (BTC). Cathie Wood, líder da gestora Ark Invest, prevê que o Bitcoin poderá alcançar US$ 1.5 milhões até 2030, em seu cenário mais positivo.


O comentário foi feito no dia anterior à aprovação dos ETFs em uma entrevista à CNBC. Os fundamentos para essa afirmação são baseados no papel da moeda como proteção a formas diretas e indiretas de confisco de riqueza e a resistência à inflação, tema que países ao redor do globo vêm discutindo.


Como visão mais pessimista, Wood forneceu um preço-alvo base para o valor futuro do Bitcoin em cerca de US$ 600.000 até 2030. Mas o caso otimista parece ser o favorito da investidora, que realiza essa previsão desde julho do ano passado, antes da SEC aprovar os fundos.


O cenário positivo para o Bitcoin pode se tornar concreto?

Diversas dúvidas surgem com relação ao Bitcoin, especialmente após as boas notícias com relação aos fundos de índices.


A criptomoeda foi alvo de um evento conhecido como “buy the rumor, sell the news” (compre o boato, venda o fato), quando o preço de um produto sobe antes de um fato importante, apenas para cair depois.


Antes da divulgação da notícia aguardada pelos investidores, o preço do Bitcoin subiu 160%, atingindo a casa dos US$ 49 mil. Hoje (16), o preço da criptomoeda está em US$ 43 mil, após sofrer sucessivas quedas desde então.


Muitas empresas apresentaram baixas em suas ações, como a Coinbase (COIN) e a MicroStrategy (MSTR), apesar dos volumes diários do ETF de Bitcoin terem atingido taxas recorde no primeiro dia de negociações.


Entretanto, Cathie Wood não está sozinha em suas previsões. Tom Lee, sócio-gerente da Fundstrat, acredita que o Bitcoin irá atingir US$ 500.000 nos próximos anos e o investidor Arthur Hayes crê que o BTC atingirá US$ 1 milhão por moeda no próximo ciclo.

*Money Times