Nasa alerta que asteroide pode atingir a Terra em um futuro próximo

 Nasa alerta que asteroide pode atingir a Terra em um futuro próximo

Alsorsa.News | Nasa alerta que asteroide pode atingir a Terra em um futuro próximo
Reprodução 

Se você assistiu ao filme Não olhe para cima, de 2021, deve imaginar como seria com a colisão de um asteroide com a Terra. Saiba que essa possibilidade existe e poderá acontecer em um fruto breve.


Um alerta recente emitido pela NASA deixou muitas pessoas preocupadas – um grande asteroide está prestes a passar perto da Terra, com potencial para causar sérios danos se colidir. 


No entanto, a própria Nasa já noticiou que está desenvolvendo métodos e ferramentas capazes de desviar a rota deste corpo celeste e outros intrusos que venham a se aproximar da órbita da Terra, saiba como clicando aqui.


Neste artigo, exploraremos os perigos de uma colisão de asteroides com o nosso planeta, o que a NASA está fazendo para se preparar e como você pode se manter seguro em caso de emergência.


O que é um Asteroide?

Em primeiro lugar, um asteroide é um grande objeto rochoso que orbita ao redor do sol. É tipicamente maior que um meteoro médio e pode variar em tamanho de centímetros a centenas de quilômetros de diâmetro. 


Como eles viajam tão rapidamente, eles têm o potencial de causar grandes danos se entrarem em contato com a atmosfera da Terra. Na verdade, estes “corpos” podem causar o que é conhecido como “airburst” – onde eles explodem no céu e dispersam fragmentos por uma grande área.


Os sinais de alerta da aproximação de um asteroide 

Asteroides que se cruzam com a Terra podem ser detectados semanas ou até meses antes de entrar em nossa atmosfera. Os astrônomos procuram mudanças em vários elementos-chave, como a órbita, o tamanho e a velocidade do asteroide. 


Eles também podem procurar outros sinais indicadores, como intensidade de luz anormal e variações de temperatura. Se um asteroide estiver em uma trajetória em direção à Terra, os especialistas podem mapear sua rota exata e potencialmente determinar onde ele provavelmente irá pousar se sobreviver à passagem pela atmosfera.

Alsorsa.News | Nasa alerta que asteroide pode atingir a Terra em um futuro próximo
Dinossauros teriam sido extintos por um asteroide – imagem: canva/reprodução

O assunto em questão diz respeito a última nota da NASA a respeito de um asteroide potencialmente perigoso que poderá se chocar com a terra em 2046. No entanto, de acordo com especialistas, as chances são mínimas, mas não deve ser negligenciado. 


Quais são as implicações de um impacto?

As implicações de um impacto de asteroide são altamente dependentes do tamanho e velocidade do mesmo. Um pequeno “corpo” como esse atingindo uma área despovoada pode causar pouco ou nenhum dano, enquanto um maior com maior velocidade pode trazer consequências destrutivas como ondas fortes, ondas de choque e até tsunamis. 


Portanto, se for calculado que um asteroide está indo para uma área densamente povoada, a NASA pode decidir que é necessário evacuar as pessoas do caminho do perigo.


Como podemos nos preparar para um impacto?

É importante estar ciente dos riscos decorrentes de impactos de corpos celestes e manter-se informado sobre quaisquer avisos de fontes confiáveis. Para que agências como a NASA prevejam com precisão a trajetória de um asteroide, exercícios de emergência e planos de evacuação também podem ser criados. 


Sendo assim, ter um plano abrangente de resposta a emergências que envolva todos os cenários possíveis é essencial para proteger os cidadãos e minimizar qualquer destruição potencial que um asteroide possa causar.


Recursos globais, redes políticas globais e organizações de ajuda internacional são importantes para apoio psicológico, financeiro e logístico no caso de um evento com asteroides. 


Além de fornecer ajuda financeira humanitária, recursos globais relevantes também podem ser usados para criar cenários para evacuação preventiva se a NASA prever cada vez mais claramente um ataque iminente. 


O ato de evacuar uma grande população em grande escala é complexo e deve considerar fatores como segurança nacional, disparidade econômica, saúde pública e bem-estar público.


*Geo Sem Fronteiras