Ambição é querer uma vida que faça sentido, não só ganhar mais dinheiro

A nova definição de "ambição" está muito mais relacionada a valores do que a fazer e trabalhar mais com o objetivo de subir na carreira e ganhar um salário melhor

Alsorsa.News
A ambição é o impulso para criar uma vida que reflita suas habilidades e seu potencial


Neha Leela Ruch deu à luz em 2016 enquanto trabalhava em uma startup de tecnologia. Depois que o bebê nasceu, ela se demitiu para ficar em casa com a criança. Embora tenha amado isso e se adaptado bem à mudança, começou a receber críticas à sua transição vindas de conhecidos. “Ouvi colegas e familiares se perguntando o que eu fazia o dia todo.”.


No entanto, Ruch não se sentia mal pela mudança na rotina. “Me senti mais ambiciosa do que nunca quando fiz essa transição para ficar com meu filho”, conta. Para ela, ambição não era “fazer mais e, sim fazer algo que, naquele momento, lhe parecia muito importante.


O Dicionário Oxford define ambição como um forte desejo de fazer ou alcançar algo, geralmente exigindo determinação e trabalho duro. No entanto, a maioria dos estudos dos últimos 20 anos usa uma definição mais restrita: um desejo de ganhar mais responsabilidade dentro de uma empresa em troca de um salário mais alto. Mas esta definição só engloba a ambição do mundo corporativo e é inconsistente com as atuais tendências do mercado de trabalho, como carreiras múltiplas, pejotização e flexibilização do trabalho.


Veja algumas ações que todos podemos tomar para ajudar a redefinir o conceito de ambição.

■ 1. Mudar as prioridades não significa diminuir a ambição

JPCN.Blog

Não somos menos ambiciosos porque nossas prioridades mudam. Podemos involuntariamente estar minimizando nossa própria ambição com nossas escolhas de termos para definir as transformações dos nossos valores. Muitas pessoas erroneamente consideram transições como sinônimos de desistência ou de diminuição da ambição. Na verdade, a mudança de carreira pode realmente refletir um alinhamento da sua ambição com suas novas perspectivas. No lugar de dizer “Estou menos ambicioso hoje em dia”, tente dizer algo como “Estou canalizando minha ambição para atividades que se alinham com meus valores e interesses no momento”.


■ 2. Elimine a linguagem autodepreciativa do seu vocabulário

Alsorsa.News

Muitas vezes, acrescentamos os termos “só” ou “apenas” na descrição de uma mudança de carreira para outras pessoas. Você pode se pegar dizendo coisas como: estou “apenas” trabalhando meio período, sou “só” um freelancer, sou “apenas” uma dona de casa ou estou “só” esperando encontrar um emprego mais adequado aos meus interesses. Usar essas palavras pode diminuir sua autoestima e trazer um feedback perigoso sobre como você vê e pensa sobre si mesmo. Quanto mais você diminuir seu poder em voz alta para os outros, mais você acreditará no que está dizendo. Use a mesma linguagem que você usou sobre suas ambições passadas e explique suas novas ambições dessa maneira.


 3. Lembre-se de que sua ambição não é permanente

Alsorsa.News

Suas ambições agora não serão idênticas às suas ambições daqui dez anos. Isso, assim como em qualquer época de mudança, é uma fase. Tente usar a linguagem para refletir essa temporariedade. Você pode tentar dizer: “Este é o momento para eu priorizar minha saúde”, “No momento, vou investir no meu casamento” ou “Agora, estou ficando em casa com meu filho para priorizar o desenvolvimento dele.”


Quando falamos em fases, encorajamos os outros a fazerem o mesmo. Nossas prioridades e ambições mudam com o tempo, e isso é bom.


 4. Peça ajuda de outras pessoas

Alsorsa.News

Quando nossas prioridades mudam, pode acontecer o mesmo com as pessoas à nossa volta. Por isso, seja intencional ao encontrar outras pessoas que estão em uma fase semelhante à sua. Quando você está cercado por pessoas que compartilham seus valores e prioridades do momento, o fardo de ter que justificar suas escolhas diminui.


Temos que normalizar os períodos nos quais nossas prioridades mudam. Ou, melhor ainda, devemos celebrá-los.


____________

A ambição não corresponde a uma quantidade de horas trabalhadas, um cargo, um salário ou mesmo uma ascensão na carreira”, diz Stefanie O’Connell Rodriguez, escritora e criadora da newsletter norte-americana Too Ambitious. “A ambição é o impulso para criar uma vida que reflita suas habilidades e seu potencial. Ambições pessoais e profissionais não são impossibilitam umas às outras.


Em outras palavras, estar sempre envolvido em muitos trabalhos e estar buscando sempre mais resultados não é a mesma coisa que ter ambição.


Em um contexto no qual as mulheres ainda estão desproporcionalmente passando mais tempo cuidando de casa e dos filhos – mesmo recebendo salários semelhantes aos seus parceiros -, definir ambição desta maneira é especialmente prejudicial para elas. Tal conceito, da maneira que é construído, coloca as mulheres como naturalmente menos ambiciosas do que seus colegas homens.


É necessário, na verdade, uma mudança sobre como definimos e discutimos ter ambição. Quando nossas prioridades mudam, nossa ambição não necessariamente diminui. Em vez disso, nossa ambição se torna mais alinhada com nossos valores.


*Amy Blaschka é colaboradora da Forbes USA. Ela é social media e consultora de imagem e ajuda líderes a melhorar sua presença no ambiente online e fora dele.

(traduzido por Gabriela Guido) *Forbes 

*Forbes