Tupperware anuncia possibilidade de falência e ações despencam na Bolsa de Valores

Conhecida pela produção de potes de plástico, empresa afirma que pode deixar de cumprir cláusulas contidas em contratos de crédito

Reprodução 

A Tupperware Brands, conhecida pela produção de potes de plástico e outros recipientes, informou que existem “dúvidas substanciais” sobre a capacidade da empresa em manter as operações. Em meio a dificuldades financeiras, a companhia pode ir à falência caso a falta de recursos se concretize.


Em comunicado divulgado na última sexta-feira (7), a empresa citou cenário econômico desafiador e informou que pode deixar de cumprir algumas cláusulas contidas em contratos de crédito, além de indicar que pode não ter liquidez suficiente para continuar suas atividades.


“A companhia prevê o descumprimento de cláusulas financeiras [...] que potencialmente podem acontecer no final do primeiro trimestre de 2023”, diz.


De acordo com a Tupperware, esse descumprimento tornará a companhia inadimplente, o que confere ao credor a possibilidade de exigir o reembolso dos empréstimos pendentes e restringir futuras concessões de recursos.


“Se a exigência de reembolso ocorrer, a companhia não dispõe de recursos financeiros para saldar tais obrigações. A companhia ainda depende dos recursos para financiar suas operações e cumprir com as demais obrigações”, pontua.


A resposta veio nesta segunda-feira (10) quando as ações da companhia despencaram 48,8% na Bolsa de Nova York, o que deixou um valor de mercado de menos de US$ 100 milhões.


A empresa também deixou de publicar seu relatório anual referente ao ano de 2022 junto à Comissão de Valores Mobiliários norte-americana (SEC), o que ocasionou no recebimento de uma notificação da NYSE em 3 de abril, indicando que caso  não publique o documento nos próximos seis meses, poderá ter o seu registro na bolsa de valores de Nova York cancelado.


*TV Cultura