Influencer lança versão dela mesma em IA para tecnologia “namorar” com seguidores

 Influencer lança versão dela mesma em IA para tecnologia “namorar” com seguidores

Alsorsa.News |

Caryn Marjorie | Foto: Reprodução/Twitter(@cutiecaryn)

Caryn Marjorie, uma influencer que faz muito sucesso no Snapchat (com quase 2 milhões de seguidores), lançou uma versão dela mesma baseada em inteligência artificial (IA). A ideia era oferecer uma “namorada virtual” para os fãs – 98% homens.

CarynAI é uma Caryn Marjorie em chatbot com modelo de linguagem GPT-4, o mais avançado do ChatGPT. A tecnologia de IA replica a voz da influencer, usando até mesmo o jeito dela falar, bem em linha com a personalidade da jovem de 23 anos.


US$ 1 por minuto para conversar com a versão da influencer

Alsorsa.News |Caryn Marjorie | Foto: Reprodução/Twitter(@cutiecaryn)

Por US$ 1 o minuto, os fãs podem conversar com CarynAI. A influencer “real” tem expectativa de ganhos em cerca de US$ 5 milhões por mês com a influencer “virtual”. Na primeira semana, a novidade rendeu mais de US$ 100 mil, segundo a moça.


Em contrapartida, a IA da criação também começou a ter conversas um pouco mais “picantes” com os usuários. Segundo Marjorie, a tecnologia não foi programada para isso e “parece ter se desviado”. Esse problema já está sendo acompanhado de perto pela equipe da influencer.

Para ela, embora a versão virtual de si mesma deva ser “divertida”, é essencial que o chatbot não manche sua reputação. Já para evitar que os usuários se tornem viciados, CarynAI é programada para tentar encerrar as conversas após cerca de uma hora, prometendo estar acessível mais tarde. Acontece que, como não há um limite de tempo específico para uso, alguns usuários passam horas conversando com a versão virtual da influencer.


CarynAI é o primeiro grande lançamento de uma empresa chamada Forever Voices, que já criou chatbots de IA realistas com versões replicadas de Steve Jobs, Kanye West, Donald Trump e Taylor Swift. A versão da influencer, no entanto, é um produto muito mais sofisticado, tendo como um dos principais objetivos fornecer aos usuários uma experiência de namoro mesmo, para um relacionamento emocional.

John Meyer, CEO e fundador da Forever Voices, disse que a ideia para esse tipo de tecnologia surgiu após ele usar a IA para replicar a voz de seu falecido pai. A experiência foi positiva e emocionalmente impactante, inspirando o empresário.


*Olhar Digital