JPCN Blog
Live
wb_sunny

Breaking News

8 motivos que fizeram os brasileiros se desanimarem com o Threads

8 motivos que fizeram os brasileiros se desanimarem com o Threads

O número de usuários do Threads atingiu o pico de cerca de 49 milhões em 7 de julho, um dia após o lançamento, e caiu gradualmente para pouco mais de 11 milhões em 29 de julho.

Alsorsa.News

Pouco mais de um mês após seu lançamento, o Threads, app de mensagens em texto da Meta que surgiu para concorrer com o Twitter, vive vários desafios. No final de julho, mais especificamente dia 31, plataforma contabilizou oito milhões de usuários, uma queda de 82% desde seu lançamento, no início daquele mês.


Levantamento do site de monitoramento Sensor Tower mostrou que esse foi o nível mais baixo registrado desde o dia seguinte ao lançamento do aplicativo, quando o número de usuários ativos diários atingiu cerca de 44 milhões. O número de usuários do Threads atingiu o pico de cerca de 49 milhões em 7 de julho, um dia após o lançamento, e caiu gradualmente para pouco mais de 11 milhões em 29 de julho.


8 motivos que fizeram os brasileiros se desanimarem com o Threads:

De acordo com Abe Yousef, analista sênior de insights da Sensor Tower, os desafios da nova rede da Meta passam por alguns esforços da empresa de Mark Zuckerberg que, se aplicados, serão fundamentais:


■ Aprimorar recursos. Esse é um dos pontos principais de atração para os usuários e pode ser um elemento favorável na manutenção e retenção das pessoas;

■ Melhorar da experiência do usuário com uma navegação ainda mais intuitiva e próxima do que é o Twitter;

■ Construção de comunidade, sempre um elemento importante para fortalecimento de rede.

“Além disso, a Meta deve desenvolver estratégias de retenção para evitar mais desgaste do usuário. Isso pode envolver o aproveitamento da análise de dados para identificar padrões e comportamentos que contribuem para o desengajamento do usuário. Ao entender as razões por trás da desistência do usuário, a empresa pode implementar intervenções direcionadas para melhorar as taxas de retenção”, destacou Yousef.


*Forbes 

Tags

Newsletter

Não perca nenhuma novidade; acesse agora, e receba as notícias em primeira mão.

Postar um comentário

Obrigado por comentar! 😉✌