Mostrando postagens com marcador Benefícios. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Benefícios. Mostrar todas as postagens

Bolsa Família: Governo omite número de famílias desligadas

Nenhum comentário

20 de jul. de 2023

O programa de distribuição de renda tem cortado beneficiários desde janeiro

Alsorsa.News
Cartão Bolsa Família Foto: Roberta Aline / MDS

O governo federal divulgou que, desde o relançamento do Bolsa Família, 1,3 milhão de famílias foram incluídas no programa. O Ministério do Desenvolvimento, responsável pela distribuição dos valores, não informa a quantidade de pessoas que tiveram o benefício cancelado.


Segundo o governo, o mês de julho recebeu 40,7 mil novas concessões, graças ao sistema de busca ativo criado pela pasta.


Contudo, o número de beneficiários caiu em quase um milhão, se comparado a quantidade de famílias que receberam o Auxílio Brasil em 2022.


Em dezembro do ano passado, 21,6 milhões de beneficiários receberam R$ 600 de auxílio. Em julho deste ano, a quantidade passou a ser de 20,9 milhões de famílias.


Outro dado que o governo federal não divulgou em seus canais oficiais foi que o valor médio do benefício também caiu este mês. No mês de junho, as famílias receberam o valor médio de R$ 705,40. Já em julho, o valor médio foi de R$ 684,17.


*Pleno.news

É isto que acontece quando você coloca o CPF nas NOTAS de compra; atente-se!

Nenhum comentário

1 de jun. de 2023

Descubra a verdade a respeito dos benefícios e descontos que você recebe quando coloca o CPF na nota


São descontos e benefícios que circundam a verdade sobre colocar o CPF na nota. Isso porque, sempre depois de fazer uma compra, os cidadãos brasileiros têm o hábito de pôr o CPF na nota fiscal. Entretanto, muitas destas vezes podem não saber o porquê de tal atitude.


A boa notícia é que há muitos descontos e benefícios por trás deste simples ato. Ademais, uma das perguntas mais comuns dos caixas nos atendimentos são se os consumidores querem adicionar o número de seus documentos no cupom fiscal. Assim, de acordo com cada estado, há várias vantagens ao fazer este passo.

CPF na nota traz diversas vantagens! Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil


Possibilidade

Dessa maneira, há a chance de recuperar créditos em compras que você faz, sendo uma das mais comuns vantagens em pôr o CPF no cupom de fiscalização, uma vez que acontece devolução de parte do ICMS na hora da compra, fazendo com que os benefícios sejam uma espécie de cashback aos clientes.


Além do mais, algumas lojas podem gerar descontos, por exemplo, 10% no valor do IPVA do próximo ano. Além disso, alguns estados ainda ofertam descontos no IPTU, algo muito vantajoso para grande parte dos brasileiros que pagam valores altos nestes impostos anuais.


Ademais, depois de colocar seu CPF  na nota, há casos em que você concorre a sorteios, podendo ganhar prêmios já estabelecidos, com base nas notas fiscais que cadastrou. Alguns prêmios chegam, inclusive, ao incrível valor de 1 milhão. Por isso, quanto mais você colocar o seu CPF nos cupons fiscais, mais chances você tem de ganhar descontos e prêmios em sorteios.


Registrando suas operações financeiras, você também demonstra ser um exímio pagador ao mercado, facilitando na hora de pedir crédito e também tendo acesso mais facilmente a empréstimos, ocasionando num impacto bem positivo no seu nome. Isso porque o seu score de crédito aumenta e faz com que os banco saibam que você é um pagador exemplar. Ademais, é assim que você mantém seu nome limpo e não para em instituições como o Serasa.


Importância

Logo, a importância do CPF é que é um documento que a Receita Federal utilizar para identificar contribuintes. Através dele é possível tomar conhecimento se o cidadão deve algo ao Fisco ou não, tudo por conta do site do Serasa.


Além disso, outra importância de registrar este documento é que os cidadãos podem prestar atenção se o estabelecimento está prestando contas devidamente ao Estado. Isso porque é através deste cupom fiscal que estão todos os impostos gerados para a loja. Assim, se o consumidor deve pagar impostos, é justo que os lojistas também paguem.


Ademais, o Governo propôs o uso do CPF  na nota fiscal exatamente com este intuito, o de fiscalizar os estabelecimentos para saber se pagam os devidos impostos. Além disso, o Governo justifica que os custos com os prêmios, sorteios e descontos no uso do CPF na nota compensam, pois há menos sonegação de impostos por parte dos estabelecimentos, havendo ainda mais retorno para os cofres públicos.


Dessa maneira, tanto o Governo como os clientes saem beneficiados, uma vez que podem ganhar prêmios, evitar nome sujo e renegociações de dívidas e aumentam a arrecadação federal.


Saiba como aumentar seu score de crédito

O score de crédito é essencial para que todo e qualquer consumidor possa contar com diversas possibilidades voltadas para o âmbito financeiro. Isto é, somente quem tem um bom score consegue contratar créditos, empréstimos, financiamentos, entre outras possibilidades.


O grande ponto, no entanto, é que conseguir um bom score pode acabar sendo algo muito difícil para muitos. Sem muitas delongas, algumas dicas que podem ajudar a aumentar o score de crédito são:


■ Optar pelo Open Finance;

■ Jamais atrasar o pagamento de uma fatura;

■ Evitar parcelas as faturas;

■ Evitar pagar somente o valor mínimo das faturas;

■ Centralizar os gastos em um só cartão;

■ Utilizar o cartão ao máximo possível, seja na função débito e/ou crédito.

É importante mencionar que esse aumento acontece de forma gradativa, logo, a paciência também é uma orientação fundamental.


Em quanto tempo uma dívida deixa de existir?

Apesar de tratar-se de uma situação completamente inoportuna, atualmente, mais de 60 milhões de cidadãos brasileiros estão com o nome sujo, isto é, com o CPF negativado. Ter o nome sujo significa contar com um mais mais dívidas pendentes, ou seja, não pagas.


Neste sentido, muita gente acredita que após alguns anos as dívidas do CPF deixam de existir, porém, na verdade, não é bem assim. O que acontece é que a dívida torna-se prescrita, o que significa que ela deixa de constar nas consultas diretas ao CPF.


Quando isso acontece, a dívida ainda existirá, porém, o credor só poderá realizar a cobrança de uma forma sutil, sem que incomode o devedor. Mais especificamente dizendo, ainda será possível receber ligações e/ou tentativas de  contato em forma de cobraça.


Assim sendo, é válido pontuar que uma dívida pendente jamais deixará de existir, exceto no momento em que for paga. Por outro lado, o tempo para a prescrição de uma dívida é de 5 anos.


*Pronatec 

Bolsa Família terá alguma MUDANÇA com a aprovação da nova Medida Provisória?

Nenhum comentário

31 de mai. de 2023

Recentemente, houve a aprovação de uma nova Medida Provisória na Câmara. O nome do maior programa social do país, Bolsa Família, estava bastante envolvido com toda a votação. Caso você seja beneficiário do programa, é necessário que você leia este texto e confira se as mudanças feitas vão afetar o seu bolso.

Bolsa Família terá alguma MUDANÇA com a aprovação da nova Medida Provisória? (Imagem: Reprodução 

O Bolsa Família está sendo alvo de novas mudanças. Agora, a população que faz parte do programa, que normalmente são famílias que estão em uma situação de vulnerabilidade social e econômica, precisam ficar atentas às mudança que foram implementadas ao programa após a votação desta Medida Provisória.


Algumas novidades que já são conhecidas se mantém. Ou seja, o valor base do Bolsa Família segue o mesmo que foi ampliado no início do ano, para R$600. Além disto, as famílias que possuem o direito de receber os pagamentos extras seguem recebendo normalmente.


Então, para as famílias que possuem filhos(as) entre 0-6 anos, estão recebendo R$150 por filho(a). Para as famílias que possuem filhos(as) entre 7-18 anos incompletos, grávidas e lactantes (mulheres que amamentam), a família tem o direito de receber uma parcela extra de R$50. 


Então, se estes pontos, que aparecem como essenciais para os beneficiários, não mudaram, o que foi que sofreu alterações? Confira abaixo o pontos que foram mudados para que o cidadão tenha direitos mais amplos, principalmente quando falamos sobre a utilização do Bolsa Família


O que mudou no Bolsa Família?

A nova Medida Provisória garantiu que as famílias que participam do programa Auxílio-Gás e recebem o Bolsa Família vão continuar recebendo o extra de 50% sobre o pagamento. Com isto, 5,7 milhões de pessoas não deixarão de receber este importante auxílio financeiro por parte do governo federal, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, gerido por Wellington Dias (PT).


Agora, os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é um dos grandes benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), terá a possibilidade de ser acumulado em conjunto com o Bolsa Família. Desta forma, o governo está visando a qualidade de vida destas pessoas.


Fonte FDR

Falha atrasa mais de 45 mil parcelas do seguro-desemprego

Nenhum comentário

20 de mai. de 2023

 Falha atrasa mais de 45 mil parcelas do seguro-desemprego

Alsorsa.News |
Agência Brasil 


Nesta sexta-feira (19), o Ministério do Trabalho e Emprego disse que uma falha do sistema bancário atrasou o pagamento de 45.335 parcelas do seguro-desemprego. Segundo a nota da pasta, o problema ocorreu devido à indisponibilidade na operação TED, de transferência bancária, do Banco Central. 


Com problema de transferência, parcelas programadas para o dia 16 foram devolvidas.


Eis a nota do Ministério do Trabalho:

Ministério do Trabalho e Emprego foi comunicado pela Caixa Econômica Federal – agente pagador do seguro-desemprego – que, devido à indisponibilidade na operação TED do Banco Central do Brasil, houve devolução de 45.335 parcelas do seguro-desemprego previstas para pagamento via TED que estavam programadas para o dia 16/05/2023 (terça-feira).


O pagamento será efetuado no próximo lote, programado para terça-feira, 23 de maio, não sendo necessário o cidadão ou a cidadã realizar qualquer tipo de solicitação junto ao Ministério do Trabalho e Emprego. As informações do pagamento estarão disponíveis para consulta dos trabalhadores na Carteira de Trabalho Digital, a partir das 12h do dia 20/05/2023.


Ressaltamos que APENAS AS PARCELAS VIA TED foram devolvidas e serão reemitidas para pagamento no dia 23 de maio. O restante foi pago normalmente.


O Ministério do Trabalho e Emprego lamenta o ocorrido e reitera que atua no sentido de assegurar os benefícios a que os trabalhadores e trabalhadoras têm direito.


Ministério do Trabalho e Emprego


*Gazeta Brasil 

Caixa Tem libera R$ 750 HOJE (19/05); veja quem recebe

Nenhum comentário

19 de mai. de 2023

Os pagamentos do Bolsa Família de maio já começaram a ser feitos por meio do Caixa Tem.

O governo federal oferece o pagamento do programa de um transferência mensal de renda para as famílias brasileiras que se enquadram em situação de pobreza e extrema pobreza, que é o Bolsa Família. O programa em questão foi instituído pela primeira vez em 2003, durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por meio da Medida Provisória 132.


O Bolsa Família possui o principal objetivo de acabar com o ciclo de extrema pobreza que perpassa várias gerações de famílias brasileiras. Para que isso seja feito, são realizadas transferências condicionadas de renda, saúde e educação para parte da população que está inscrita e com os dados atualizados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).


Hoje (19), as famílias de baixa renda beneficiadas pelo Bolsa Família poderão receber uma quantia por meio do Caixa Tem. Portanto, confira a seguir quem tem direito aos R$ 750!

Alsorsa.News |
Caixa Tem começa a depositar valores do Bolsa Família. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Bolsa Família é pago por meio do Caixa Tem

Neste ano, o Bolsa Família passou por algumas mudanças e promoveu alguns novos benefícios para as famílias brasileiras em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Isso porque, em 2021, o programa havia sido substituído pelo até então Auxilio Brasil, que foi instituído pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) com o intuito de acabar com os vestígios do antigo governo petista.


No entanto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) retornou para a presidência da República neste ano e o programa de transferência de renda retornou para o seu nome original. A principal mudança que foi promovida diz respeito ao valor pago para os beneficiários, que agora é de R$ 600.


Além disso, estão sendo disponibilizados alguns valores extras. Desde março, está sendo pago um adicional de R$ 150 para as famílias que tenham crianças de até seis anos de idade no núcleo familiar. Já a partir do mês de junho, é esperado ainda que comece a ser pago um bônus de R$ 50, que dessa vez será destinado às gestantes e também para as crianças e adolescentes que tenham entre 7 e 18 anos de idade.


Para receber os benefícios adicionais é preciso cumprir alguns requisitos. Sendo assim, as gestantes devem manter o pré-natal em dia e as crianças e adolescentes de todos os segmentos precisam manter a carteira de vacinação atualizada e ter frequêǹcia escolar de pelo menos 75%, as crianças de até sete anos ainda precisam realizar o acompanhamento nutricional.


Vale ressaltar também que para ter acesso ao Bolsa Família é necessário estar com os dados atualizados no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e ainda ter renda per capita familiar de até R$ 218.


Calendário do Bolsa Família de maio

O Bolsa Família é pago nos últimos dez dias do mês por meio do Caixa Tem. Neste mês de maio, os pagamentos já começaram a ser feitos e seguem a ordem do dígito final do Número de Inscrição Social (NIS) dos beneficiários.


Confira o calendário:

1: 18 de maio;

2: 19 de maio;

3: 22 de maio;

4: 23 de maio;

5: 24 de maio;

6: 25 de maio;

7: 26 de maio;

8: 29 de maio;

9: 30 de maio;

0: 31 de maio.


*Seu Dinheiro 

Quando começa o pagamento do Bolsa Família em maio?

Nenhum comentário

9 de mai. de 2023

A boa notícia para os beneficiários do programa Bolsa Família é que as parcelas do mês de maio começam a ser pagas pela Caixa Econômica Federal no dia 18.

Alsorsa.News |
Créditos: Agência Brasil


Quando começa o pagamento do Bolsa Família em maio?


O valor mínimo recebido por cada família é de R$ 600, mas o pagamento pode aumentar por conta dos adicionais pagos pelo governo federal. No total, mais de 21 milhões de pessoas recebem o benefício.


Além do valor mínimo de R$ 600, o Ministério da Cidadania ainda paga R$ 150 adicionais para cada criança de até 6 anos na família; R$ 50 adicionais para cada criança com mais de 7 anos ou jovens com menos de 18; e outros R$ 50 adicionais para cada gestante na família.


Calendário de pagamentos do Bolsa Família em maio


NIS final 1: 18 de maio

NIS final 2: 19 de maio

NIS final 3: 22 de maio

NIS final 4: 23 de maio

NIS final 5: 24 de maio

NIS final 6: 25 de maio

NIS final 7: 26 de maio

NIS final 8: 29 de maio

NIS final 9: 30 de maio

NIS final 0: 31 de maio

No calendário tradicional, o pagamento do Bolsa Família ocorre nos últimos dez dias úteis de cada mês.


O beneficiário pode consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas no aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.


*Catraca Livre

Inscrições abertas para receber R$ 710 no Caixa Tem; saiba agora

Nenhum comentário

 Inscrições abertas para receber R$ 710 no Caixa Tem; saiba agora

Alsorsa.News |

O principal programa social do governo federal está com inscrições abertas. Através do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o Bolsa Família está aceitando o cadastro de novas famílias. Além disso, o programa entrará em uma nova fase a partir de junho. Isso porque no próximo mês o benefício a ser pago por família será de R$ 710, visto que o MDS vai considerar a renda por pessoa da família. Confira os detalhes!


Bolsa Família está com inscrições abertas

O programa de transferência de renda do governo, conhecido como Bolsa Família, está recebendo novos cadastros de famílias que vivem em situação de vulnerabilidade. Dessa forma, os interessados devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município portando os documentos de identificação para realizar o cadastro no CadÚnico.


Para a família se beneficiar do Bolsa Família, é necessário que cada membro seu receba até R$ 218 por mês. Ademais, o responsável familiar precisa seguir algumas regras para ter acesso ao auxílio:


Manter crianças de 0 a 6 anos com frequência escolar de 60%;

Manter crianças de 7 a 18 anos com frequência escolar de 75%;

Acompanhamento nutricional das crianças até 6 anos;

Manter a carteira de vacinação de toda a família atualizada;

Realizar o acompanhamento pré-natal das gestantes.


Em junho benefício terá novo valor

O Bolsa Família foi relançado no início do ano e partir de junho terá um novo valor de referência. Assim, no próximo mês será considerado o valor de R$ 142 de renda por pessoa de cada família.


Na soma do repasse, famílias com cinco membros ou mais passarão a receber R$ 710. Porém, famílias menores seguem recebendo o piso do benefício, que é de R$ 600, já que em um núcleo familiar menor a soma da renda não atinge o valor mínimo pago pelo programa.


Portanto, a partir de junho o Bolsa Família passa a considerar que:


Famílias beneficiadas não poderão receber menos que R$ 600;

Renda recebida por pessoa na família não pode ser menor que R$ 142.


Além disso, o programa conta com o Benefício Variável Familiar, que paga R$ 50 para gestantes e crianças de 7 a 18 anos. Este valor pode ser acumulativo, sendo pago por cada membro que se encaixe no critérios. O benefício é pago conforme o último dígito do NIS e é depositado na conta digital Caixa Tem.


*Lugar Ideal 

BB e Caixa suspendem crédito consignado para aposentados

Nenhum comentário

17 de mar. de 2023

A decisão se refere a beneficiários do INSS

Alsorsa.News | BB e Caixa suspendem crédito consignado para aposentados

Previdência Social Foto: Instituto Nacional do Seguro Social

O governo federal reduziu os juros de crédito para 1,70% ao mês, por conta disto, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil (BB) resolveram suspender o empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS.


As presidentes dos bancos públicos, Maria Rita Serrano, da Caixa, e Maria Rita Serrano, do BB, informaram a decisão ao Ministério da Fazenda na quinta-feira (16) e confirmaram à imprensa nesta sexta (17).


Antes da decisão, a Caixa cobrava 1,80% de juros no consignado e o BB, 1,84% ao mês.


A redução dos juros partiu do ministro do Trabalho e Previdência, Carlos Lupi, e levou bancos privados a tomarem a mesma atitude que os bancos públicos.


O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, deve conversar sobre o assunto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pois a ação de Lupi foi tomada sem a autorização da da Fazenda, da Casa Civil e do Ministério do Planejamento.


*Pleno.news 

Bolsa Família: Mais de 1,5 milhão de famílias serão excluídas em março

Nenhum comentário

28 de fev. de 2023

O governo vai tirar todas as famílias que estiverem sendo beneficiadas de forma irregular no Bolsa Família. Até então, o Ministro do Desenvolvimento e Assistência social, Wellington Dias, disse que há mais de 1,5 Milhões de beneficiários irregulares.


“Nossa expectativa é que, ao final da triagem, cerca de 2,5 milhões de benefícios estarão canceladas. Hoje, temos 21,9 milhões de famílias recebendo. Nosso objetivo não é excluir, é tirar quem não precisa e incluir quem necessita do benefício”, afirmou Dias.


Assim, o ministro Wellington Dias conta que os benefícios eram dados de forma irregular e que em março já estarão cortadas do benefício.


Por outro lado, o governo informou que ao menos 2.265 famílias decidiram sair voluntariamente, por meio de um aplicativo disponibilizado pelo governo federal do bolsa família.

Alsorsa.News | Bolsa Família: Mais de 1,5 milhão de famílias serão excluídas em março


Bolsa família terá um valor extra a partir de março

“Nós abrimos a possibilidade de as pessoas que não se encaixavam se apresentarem voluntariamente e saírem do programa. Assim aconteceu com essas famílias”, afirmou.


Wellington Dias aproveitou para comentar que cerca de 700 mil novas famílias elegíveis passarão a fazer parte do Bolsa Família.


O ministro confirmou que adicionará um valor extra para as famílias que forem mais numerosas. O antigo governo pagava no bolsa família R$ 600 independente do número de pessoas na família.


“Não faz nenhum sentido. Assim vamos ter também uma valor extra per capita, para atender às famílias mais numerosas. Quem vai tomar a decisão final é o presidente Lula”, explicou.


*A Folha Hoje

Não Perca!
© Todos Os Direitos Reservados
Por JPCN.Blog